Você é o visitante número:

domingo, 6 de junho de 2010

ALOPÉCIA ANDROGENÉTICA MASCULINA


Desde os primórdios da história da humanidade o homem se preocupou com seus cabelos, uma vez que, além da proteção do crânio contra traumatismos e radiações solares, os cabelos falam da personalidade e são considerados um importante adorno sexual. Foram venerados nos impérios, na religião, na mitologia, na cultura, nas classes sociais e na ciência.
Perder os cabelos afeta a estrutura emocional do ser humano.
A alopécia androgenética masculina é um drama que pode ser desencadeado por inúmeros fatores, porém o mais comum é a queda dos cabelos, uma condição genética que é produzida pela ação dos andrógenos circulantes. As alopécias de qualquer região são sempre antiestéticas.
Na prática, as alopécias emglobam uma longa lista de fatores clínicos, a maioria dos quais são sintomas de processos gerais (endócrinos, infecciosos, tóxicos) ou seqüelas de lesões locais de natureza conhecida ou não.
A causa da alopécia androgenética masculina é uma enzima natural contida em seu organismo, conhecida como 5-alfa-redutase, que converte o hormônio testosterona em outro hormônio conhecido como deidrotestorerona (DHT).
Homens com alopecia androgenética apresentam níveis elevados de DHT no couro cabludo. O DHT contribui para a redução da fase de crescimento e para o afinamento do cabelo. A queda de cabelo começa a ocorrer em alguns homens na faixa dos vinte anos de idade e torna-se ainda mais comum à medida que envelhecem.
A alopécia pode ser definitiva como transitórias, congênitas e adquirida. Observa-se uma grande diferença de tamanho, diâmetro das hastes, hipocromias, mostrando que estão caindo em seu tamanho máximo de crescimento.

12 comentários:

  1. Com cabelos saudáveis, mas um pouco fragilizados, com o tempo de 83 anos, vítimas de naturais desmazelos, resolvi consultar profissional que se especializa em tricoterapia e, com algumas seções de tratamento, já cinco, estou bastante otimista porque sinto que foi uma excelente iniciativa. Meus cabelos melhoraram no visual: estão mais macios e com brilho natural sedoso. Percebo, quando me penteio, que há acomodação consistente e harmoniosa, totalmente natural.
    Minha única preocupação se fixava no fato de que durante a lavagem dos cabelos havia anormal coleta dos fios.
    Hoje, estou consciente de que cuidar dos cabelos é um ato de se amar.

    ResponderExcluir
  2. Os homens tem que procurar ajuda o mais cedo possível,pois assim encontrarão ajuda.

    ResponderExcluir
  3. Vemos muitos homens bem jovens com uma calvicie bem acelerada já.

    ResponderExcluir
  4. Cara lídia,
    Estudado.
    Grato, Marcos Luna

    ResponderExcluir
  5. muito bom saber disso,é estudando que se aprende.Osvanira.

    ResponderExcluir
  6. Estudando.
    Atenciosamente :Faby Lima
    iMperatriz MA

    ResponderExcluir
  7. LIDO E ENTENDIDO,
    JOSY

    ResponderExcluir